Cliente “indecisão”:

A certeza não é o seu forte e muda de ideia frequentemente.

Como ele age: Sempre chega com uma ideia nova e quer coloca-la em prática.

Como proceder: Coloque tudo por escrito e do modo mais claro possível para que, assim que for fechado o contrato, ele não volte atrás com a palavra.

Cliente “prazo curto”:

Ele espera que os projetos sejam concluídos em prazos inviáveis e ainda acha pode solucionar a situação primeiro que você.

Como ele age: Está sempre te apressando e reduzindo os prazos.

Como proceder: Determine no planejamento os prazos de entrega do projeto, deixando sempre em evidência que os mesmo não poderão ser reduzidos.

Cliente “isso é para ontem”:

Tudo urgente e quer que você dê sempre prioridade aos projetos dele.

Como ele age: Ele usará de todos os meios de comunicação de sua empresa para comunicar que o projeto dele é prioridade.

Como proceder: Determine um tempo específico para cada cliente e faça-o entender que ele não é a única prioridade.

Cliente “não participo”:

Não se envolve nas partes do projeto onde ele é necessário e sempre quer deixa tudo por sua conta.

Como ele age: Ele sempre desaparece quando você precisa falar com ele.

Como proceder: Já que é muito difícil de encontrar esse cliente, provavelmente você terá que tomar as decisões de acordo com a sua percepção, mas ele terá que aparecer e aprovar para que o projeto possa ser executado.

Cliente “não gostei disso”:

Nunca sabe o que quer, discorda sempre das ideias propostas por você, recusa suas ideias e nunca dá alternativas.

Como ele age: Seja para dar um feedback ou avaliando a versão final de um projeto, ele sempre irá criticar o resultado.

Como proceder: Tenha sempre um leque de opções para que ele possa escolher ao invés de mostrar só uma possibilidade, fazendo que com isso ele seja integrado e que faça parte do resultado do projeto.

Cliente “mão fechada”:

Está sempre preocupado com o orçamento e nunca concorda com nada que venha acarretar um aumento de investimento no projeto.

Como ele age: Se não for da forma que ele quer, o preço, o desconto e o prazo, ele não vai querer pagar pelo serviço.

Como proceder: Estabeleça sempre o valor e as condições de pagamento antecipadamente no contrato e não tenha medo de cobrar pelo o seu serviço.

Cliente “ninguém tem folga”:

Exige que você trabalhe todos os dias, independente de ser feriado ou não. Ele entra em contato com você de madrugada e não entende que você não tem que trabalhar 24h por dia.

Como ele age: Usa o whatsapp para poder falar com você com mais frequência em qualquer horário e qualquer dia da semana.

Como proceder: Deixe bem claro seus dias e horários de atendimento e silencie os contatos com esse cliente fora desse período.

Cliente “mundo da lua”:

Tem ideias fascinantes, mas não tem nenhuma noção de como executa-las. Não sabe se essas ideias são viáveis, mas espera que você resolva esse problema.

Como ele age: Ele chegará com milhares de ideias, mas não sabe nenhuma forma de coloca-las em prática.

Como proceder: Faça com que ele coloque os pés no chão e que entenda que para colocar ideias em prática é mais complicado do que parece. Ajude-o a compreender como se elabora o projeto.

Cliente “não resolve nada sozinho”:

Esse cliente precisa sempre da opinião de terceiros, sejam eles familiares, sócios e até amigos. Ele nunca consegue tomar uma decisão sozinho.

Como ele age: Sempre precisa conversar com alguém próximo para poder decidir algo sobre algum projeto.

Como proceder: Leve sempre em consideração um tempo para conversar com essas pessoas próximas ao seu cliente para que no processo de apresentar sua ideia ter uma melhor argumentação.

Cliente “desaparecido”:

Some por meses e quando aparece vem com uma enorme quantidade de trabalho para ser executado imediatatamente.

Como ele age: Aparece do nada.

Como proceder: Elabore atividades em seu calendário, evite deixar tarefas com prazos em aberto e estabeleça prazos curtos.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.